BLOG 14/10

Drenagem Linfática: Josi Paluski fala dos mitos e verdades sobre este procedimento de sucesso.

A DRENAGEM LINFÁTICA está presente no mercado da estética tomando cada dia maiores dimensões pelos “n” benefícios que oferece. São tantos que a expert Josi Paluski define nesta matéria algumas verdades sobre este procedimento que ganhou espaço e hoje é um dos tratamentos mais conceituados.

 

A função da drenagem linfática é retirar a linfa que fica acumulada entre as células, o que pode ser ocasionado por um retardo da pessoa na produção da linfa, por exemplo, ou por dificuldades da absorção por parte das células. Com essa estimulação, há a diminuição do inchaço e melhora da celulite. O procedimento melhora também a circulação em geral, relaxa o corpo e pode atuar discretamente no combate a gordura localizada - uma vez que a massagem aumenta o metabolismo do local.

 

O transporte de gordura, principalmente na forma de triglicerídeos, e vitaminas é feito pela linfa do intestino e desemboca no fígado sendo metabolizado e mandando ao sistema circulatório os nutriente e volume sanguíneo de maneira balanceada. Por isso, quando há uma melhora da circulação da linfa, há também uma maior oxigenação dos tecidos do corpo, o que melhora o aspecto da celulite e gordura localizada. 

 

Mas não se iluda, a drenagem linfática não emagrece por si só! Ela vai ajudar a reduzir medidas por acabar com o inchaço e eliminar toxinas do corpo. Mas para obter resultados mais efetivos será necessário abordar hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e pratica de exercícios físicos. 

 

A drenagem linfática está contraindicada para pessoas com infecção, pois as células infecciosas podem cair no sistema linfático e se espalhar mais facilmente pelo corpo. Pacientes com risco vascular, como insuficiência cardíaca, trombose e hipertensão descompensada também devem evitar o tratamento. Pacientes que estejam usando alguns remédios específicos para o tratamento de quimiotrapia também são contraindicados, pois há possibilidade de restos tumorais de células cancerígenas serem captados nos linfonodos e metastizados em outros órgãos do corpo.

 

Por outro lado, vale a pena incluir mais fibras na sua alimentação, pois isso melhora o trânsito intestinal e com isso há uma melhora também na retenção de líquidos. Ingestão de líquidos Pode parecer irônico, mas quanto mais líquidos você ingerir, menos retenção terá! Isso porque o nosso corpo tem um equilíbrio muito grande com a água, portanto, quanto menos ela estiver disponível no corpo, mais ela ficará retida e menos ela será eliminada na urina, por exemplo. Por isso mesmo, garantir que seu corpo está sempre bem hidratado ajuda a reduzir a retenção, potencializando a sua drenagem linfática. 

 

Alimentação balanceada -  Os resultados desse tratamento para melhorar a circulação é muito maior se o paciente se alimentar bem. Reduzir a quantidade de sódio, por exemplo, ajuda muito a diminuir a retenção de líquidos, um dos problemas tratados pela drenagem linfática. E o sódio não está presente apenas no sal, ele é muito comum em alimentos industrializados, mesmo os doces como biscoitos recheados, sucos em pó e refrigerantes.

 

Atividade física regular adianta, aumentar a quantidade de atividade física sempre é indicado quando o assunto é saúde. No caso da drenagem, o exercício aumenta a oxigenação do corpo, o que favorece a ação da sua drenagem linfática. 

 

 

Depois de todas estas explicações, conheça pessoalmente o procedimento com quem tem propriedade e experiência no que faz.

 

_______________________________

Espaço Beleza Josi Paluski

Ligue e agende seu horário (66)3495-0489 / (66)99922-9953

Comentários

Publicidades:

Instagram Micheli Michelon

vitrinetop.com